Chico Salem na Casa de Francisca

Chico Salem
Chico Salem, Casa de Francisca, 14-09 (photo: Daniel Achedjian)

Neste mês de setembro que, supostamente, deveria ser o inverno abaixo do equador, São Paulo vive um período que nenhum verão renegaria. 30º ou mais durante o dia, e à noite, uma temperatura que, na verdade, não refresca coisíssima nenhuma.

Foi neste calor que o Palacete Tereza decidiu abrir todas as janelas quando começou o show de Chico Salem, em um lugar que se tornou a nova Casa de Francisca, antiga “menor sala de show”, cujos eventos variados que lá ocorreram foram relatados neste site.

Chico Salem & Roberta Campos
Chico Salem & Roberta Campos, 14-09, Casa de Francisca (photo Daniel Achedjian)

Belíssimo edifício, o lugar é conhecido como sendo a primeira loja de instrumentos de música – o que ainda é – e Rubens e toda sua equipe conseguiram se instalar em um lugar mais confortável, guardando ao mesmo tempo aquele mesmo clima boêmio, e, convenhamos, mais fácil para o público. Além do mais, com um serviço de restauração reduzido mais muito saboroso. Mas o objetivo não é o de fazer propaganda. O importante é poder manter o mesmo espírito que consiste em acolher artistas nem sempre populares e mostrar seus talentos em um espaço que conservou seu espírito.

Chico Salem é, acima de tudo, conhecido por acompanhar Arnaldo Antunes, compor junto com ele, ou produzi-lo já há alguns anos. Mas o artista trabalhou com vários nomes de prestígio, enquanto no ano passado, lançava seu segundo álbum solo: “Maior ou igual a dois”, no qual encontram-se vários nomes associados à geração atual (e mais antigas) da pop paulista ou de outros estados: Luê, Zeca Baleiro, Curumin, Fernando Catatau, Gustavo Ruiz, Marcelo Jeneci, Guilherme Kastrup (na bateria e na produção do disco), Bixiga70, Karina Buhr, Guizado, Arnaldo Antunes, e outros…

Chico Salem & Zeca Baleiro
Chico Salem & Zeca Baleiro, 14-09, Casa de Francisca (photo Daniel Achedjian)

Escrito em uma resenha no ano passado, « Maior ou igual a dois” é um álbum de qualidade, sem ser uma obra-prima, mas ele ganha em dimensão no palco.

Neste 14 de setembro, ele tinha convidado Zeca Baleiro e Roberta Campos, cantora de Minas Gerais que passa regularmente nas rádios com suas músicas pop bucólicas, e que trabalhou muitas vezes com Nando Reis.

Concluindo, Chico Salem mostrou que ele podia desempenhar vários papéis, seja o de compositor, produtor e artista solo, e que emana uma verdadeira simpatia no palco.

Chico Salem
Chico Salem, 14-09, Casa de Francisca (photo Daniel Achedjian)